Blog do Esmael Fruet abre fogo contra Greca | Blog do Esmael Fruet abre fogo contra Greca | Blog do Esmael

Fruet abre fogo contra Greca

O ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT), por meio de nota oficial do partido, abriu fogo contra o sucessor Rafael Greca (PMN) que o acusou de deixar para trás uma dívida de R$ 1,2 bilhão.

O pedetista também tirou uma casquinha do novo prefeito acerca da greve, do reajustão na tarifa de ônibus e dos gastos com publicidade. (Aliás, o orçamento de propaganda é aquele confeccionado e deixado por Fruet).

O diabo é que Fruet fez exatamente a mesma coisa quando estava lá: subiu o preço da passagem, gastou um dinheirão em propaganda e também enfrentou greve de motoristas e cobradores.

Portanto, o tempo passa, o tempo voa, e as máfias continuam numa boa na capital paranaense.

Nessa discussão sobre greve, tarifa e propaganda não têm razão nem Greca nem Fruet.

É imperioso a criação da frota pública de ônibus com operação privada.

Abaixo, leia a íntegra da nota do PDT/Fruet:

Nota oficial do PDT sobre propaganda da gestão Greca

O PDT de Curitiba repudia a postura covarde da atual administração municipal que, a pretexto de divulgar o Refic 2017, está investindo em campanha publicitária mentirosa.

Em meio a mais longa greve de ônibus dos últimos cinco anos, a gestão Greca investe pesado em publicidade na tentativa de justificar as promessas não cumpridas de campanha.

Certamente o gasto em propaganda está relacionado a queda brutal da aprovação.

Os milhões de reais investidos nos comerciais poderiam, por exemplo, garantir a compra de medicamentos para as unidades de saúde.

Além de mentir, a atual administração ainda dificulta o acesso do ex-prefeito Gustavo Fruet às informações solicitadas à Prefeitura sobre dados financeiros de 2013 e 2014. O Tribunal de Contas do Estado (TCE), a pedido do ex-prefeito, determinou que as informações sejam fornecidas.

Falta sinceridade e transparência a atual gestão ao não indicar a dívida do Estado com a cidade, da União e o atraso e corte de recursos.

Também omite a verdadeira situação fiscal. De forma desonesta, misturam dívida consolidada, flutuante e não empenhada. Tudo isso em um cenário inédito de queda do PIB.

Ao contrário de outros Municípios, Estados e União, os serviços públicos de Curitiba não entraram em colapso. Ao menos não até o final do ano passado.

Enfrentamos a crise com responsabilidade. Cortamos mais de R$ 1 bilhão em despesas de custeio e trabalhamos no incremento de receitas que, somente este ano, irá garantir quase R$ 400 milhões extras para os cofres da cidade.

A expectativa é que esse recurso seja gasto em prol da população e não para ataques a adversários ou para saldar acordos eleitorais.

Por fim, o PDT pede o prefeito Greca que pare de chorar e trabalhe pelo fim da greve de ônibus. É inadmissível essa situação na cidade com a tarifa mais cara do país.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Sr. Esmael. Não posso acreditar que você não irá escrever nenhuma linha no seu reconhecido Blog sobre o movimento dos professores municipais no dia de hoje. Ficarei no aguardo, pois sempre acompanho o seu trabalho e creio que a matéria sobre os professores e suas reivindicações já é de seu conhecimento.

  2. “Em casa onde falta pão,
    todos brigam,
    e ninguém tem razão.
    Essa caixa preta da URBS-Transporte Coletivo, lembra a caixa preta da previdência
    social, ressalvadas é claro, as menores proporções da caixa preta da URBS.
    Os cálculos dos gastos para o funcionamento do sistema, reposição dos ônibus,
    pagamento dos empregados, e demais custos, deveriam ser feitos por uma empresa
    de auditoria contábil de renome nacional, e contratada pelo governo do estado.
    As contas das prefeituras também deveriam ser auditadas a partir do 1º dia de
    mandato da nova administração.
    Senão, como acontece aqui em Curitiba, é um tal de um ficar enfiando o dedo no
    rabo do outro, para chupá-lo depois.
    Um acusa o outro, e ninguém sabe quem tem razão.
    Desculpem-me pela metáfora chula, mas tô de saco cheio desse tititi Greca-Fruet.

  3. É o sujo falando do mal lavado ,mais um prefeito a serviço dos empresários do busão , sai o chorão entra o gordão e a máfia do busão continua numa boa.