Você está aqui: Home // Notícias // Guru neoliberal da era Lerner é destaque na Semana Pedagógica de Richa

Guru neoliberal da era Lerner é destaque na Semana Pedagógica de Richa

04 fev 2013 - 09:55 94 Comentários

* Educadores acusam governo de querer reduzir custos e jogar responsabilidade da qualidade do ensino nas costas da comunidade escolar

Tucano Richa contrata guru neoliberal lernista, Renato Casagrande, para "motivar" e convencer educadores que importante não é a valorização profissional, mas sim vestir a camisa da escola. Um discurso já surrado no início da década de 90.

Tucano Richa contrata guru neoliberal lernista, Renato Casagrande, para “motivar” e convencer educadores que importante não é a valorização profissional, mas sim vestir a camisa da escola. Um discurso já surrado no início da década de 90.

Para quem tinha dúvidas sobre o caráter neoliberal do governo de Beto Richa (PSDB), também na área de educação, eis uma prova concreta: o consultor Renato Casagrande, ideólogo da ex-secretária Alcione Saliba e do ex-governador Jaime Lerner, é a principal figura na Semana Pedagógica que antecede ao início das aulas nas 2,1 mil escolas do Paraná.

Em um dos vídeos motivacionais, exibido hoje, Casagrande fala sobre o papel do professor na sociedade contemporânea. A essência de seu recado tem o objetivo de passar a carga da responsabilidade das escolas aos educadores. Depois de mostrar notícias “vinculadas” (sic) na imprensa sobre a educação, o consultor prega que o professor precisa ser o protagonista da história, que tem desafio importante e que o investimento tem que ser no educador, pois são as pessoas que mobilizam, blá, blá, blá… (Clique aqui para assitir).

“Querem fazer dos educadores os grandes culpados da deterioração da qualidade do ensino nos últimos anos. A avaliação da Semana Pedagógica quer nos empurrar a isso. É uma armadilha”, analisa um diretor de escola de Curitiba, que pediu para não ser identificado.

“É um sistema de metas, ao estilo do setor privado, que querem implantar na educação pública, sempre reduzindo custos. Educação não é mercadoria”, diz outro professor, que também pediu anonimato temendo represálias.

A Semana Pedagógica começa hoje (4) e vai até sexta-feira (8). A mobilização compreende cerca de 100 mil profissionais da educação do estado. É quando os educadores se reúnem para preparar o início do ano letivo de 2013, previsto para o dia 14 de fevereiro.

Além de seu guru neoliberal, o governador Beto Richa (PSDB) também aparece nos vídeos motivacionais (clique aqui para assistir). Ele explana durante em 3 minutos, mas em nenhum momento fala sobre os 33% da hora-atividade ou da gratificação prometida aos diretores e vices no ano passado.

O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), ocupa quase cinco minutos para discorrer sobre “conquistas”, no entanto, também evita falar o que os educadores querem ouvir (clique aqui para assistir).

Amanhã, terça (5), o guru neoliberal volta aos vídeos das escolas para ensinar sobre “gestão escolar”.

Se Richa e Arns querem motivar os educadores, então que cumpram a lei. Paguem-lhes o Piso Nacional. Honrem o que foi prometido na campanha eleitoral de 2010. É simples assim.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS



94 Comentários para " Guru neoliberal da era Lerner é destaque na Semana Pedagógica de Richa "

  1. Paulo disse:

    Mas esperar o que? O Beto é cria do Jaime Lerner, o modelo de governar é o mesmo, modelinho neoliberal ultrapassado, escolas caindo aos pedaços, que venha a Gleisi em 2014.

    • e vc acha que ela é diferente…kkkkkkkkkkkkkkkk…acorda colega..

      • Observador disse:

        Que bem me lembro, o Lerner declarou apoio ao Fruet na eleição de 2012.

        Agora que ele está junto do PT, deixou de ser neoliberal? É simples assim?

    • Allexia disse:

      Lerner elegeu Fruet prefeito de Curitiba, estava ao lado da Gleisi durante toda a campanha, e agora a Gleisi passa a ser o que nesta historia toda?

    • Roberto disse:

      Lavem a boca pra falar do JAIME LERNER, coloquem quantos REQUIÃO quiser, quantos BETO RICHA quiser se hj temos um o estado com sua industria diversificada foi por SUA ousadia e visão de futuro, iniciativa que gerou e esta gerando milhares empregos. OS OUTROS só foram e estão sendo ameaços de prefeitos e governadores.

      • Ricardo Laras disse:

        Nossa! Lerner? O mesmo do escândalo do Banestado e das privatizações das rodovias? O mesmo Lerner que permitiu uma greve de seis meses nas universidades estaduais sem se preocupar nem com as universidades nem com os alunos? O mesmo Lerner que foi condenado na justiça e só não foi preso pela prescrição do crime? O mesmo Lerner que abandonou o interior? Não acredito que esteja se referindo ao ex-governador.

      • Glascimara disse:

        Roberto, ao que parece você não é professor! Se for, precisa voltar aos bancos escolares para compreender um pouco mais as relações políticas do mundo contemporâneo.

        • Roberto disse:

          Realmente eu não sou um professor e sim um boia fria desempregado com esposa e filhos pra sustentar, e que devido a mecanização e os intemperes do clima, me vi obrigado a vir engrossar as favelas da cidade grande, por que alguém dizia, lá tem emprego o ano era 1980, e realmente consegui emprego aqui no CIC/SUL meus filhos cresceram e todos trabalham nestas empresas, não tive tempo de estudar e como vcs, mais ainda chego lá pra entender estas RELAÇÕES POLITICAS DO MUNDO CONTEMPORÂNEO,
          te prometo e torço pelo exito da classe dos professores em suas revindicações. Outra detalhe se ele deve alguma coisa pra justiça e for comprovado cadeia nele, agora não da pra tirar o mérito do homem neste sentido, falo por mim, mesmo sabendo que milhares de pé vermelho com eu, fizeram o mesmo caminho e encontraram aqui em Curitiba e região metropolitana o seu PORTO SEGURO.

  2. PROFESSOR disse:

    Ele diz que o investimento tem que ser no educador, e nesta parte eu concordo condições dignas de trabalho, ai o estado tem que cumprir e pagar aquilo que os professores tem direito, e quando ele coloca com ex as escolas particulares isso vem a reforçar o porque dos políticos eleitos darem as costa pra EDUCAÇÃO PÚBLICA, filhos deles não estudam em escolas pública.

  3. Jeremias disse:

    Juízes, desembargadores, deputados, vereadores, assessores, etc., recebem aumentos nos vencimentos.

    Professores recebem discursos motivacionais conclamando-os para que suem mais a camisa.

    Dá nojo!

  4. Regina Maria disse:

    O Richa ganhou porque muitos votaram nele. É assim que funciona a coisa. As pessoas acreditam nas promessas e depois vem a desilusão. Foi assim com FHC. DEpois de eleito, não se achava pessoa que tivesse votado no sujeito. Eu tenho certeza que não votei, aliás nunca dei meu voto para o PSDB.

  5. PC disse:

    Como disse o filósofo Zézé Di Carmargo “Nem relógio trabalha de graça”, estão querendo passar atestado de retardados, burros ou sei lá o que para os professores paranaenses. Pergunta ao guru fajuto se ele trabalha de graça para dizer tanta babozeira sem ganhar algum $$$$ nesta infeliz história.

  6. ELEITOR disse:

    Realmente é um moleque….

  7. Vitor disse:

    MAs o fato é que os Professores são burros mesmos. Nao votaram em massa no Beto? e Agora no Fruet?? E querem ser tachados de Inteligentes??? Faça-me um favor!!!!! Além disso, Tem muito professor e eu sou testemunha disso, de professores que afirmam ” Não to aqui pra educar ninguem, estou aqui apenas pelo salario no final do mês”, Antes de Meter PAU nos Governantes…. Tirem as Lajanjas Podres do Balaio.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…falou tudo…

    • Allexia disse:

      SHUASHUASHUASHUASHUA

      Pegou na veia desses professores, a maioria não quer mesmo saber de trabalhar, se foi o tempo dos meus pais que são professores e que queriam mesmo era ensinar, hoje o que importa é só o salário no fim do mes. Tem professor que vive de atestado e vive reclamando, tem professor que falta mais do que dá aula, mas se acha no direito de viver reclamando. Eu aposto que aqueles que vivem revoltados falando mal deste ou daquele governo, são os que menos estão dentro das salas de aula, são aqueles que trocou o governo perderam seus cargos nos núcleos de educação. Vão trabalhar e parem de reclamar tanto, ou procurem outro emprego que possa dar uma condição de vida melhor.

  8. Professora Irene Veradora Uniflor disse:

    Não estou suportando a fala do “guru” e cia. Que semana “demagógica”!

  9. Zé Venancio disse:

    Lá vamos nós de novo…
    Daqui à pouco, entra o carinha da “qualidade de vida”, falando de pizza, pão em excesso, sono de oito horas, passear, curtir a vida com os filhos…
    Hora, cacete!!! Isso é tudo coisa deste governo neo-alienante que se instalou novamente aqui!!!
    Falta o cara do hino nacional em Faxinal do Céu, antes da palestra sobre NADA, com bandeira na mão e chorando…
    Chorando de rir às nossas custas!!!
    Ganhavam quase cinco vezes mais em uma semana no paraíso de Lerner na terra, do que eu ganhava em um mês me ferrando todo, acabando com a minha saúde, prá tentar ensinar aos verdadeiros seres humanos, os que queríamos e queremos que sejam cidadãos de bem: Nossos alunos!
    Esse “joão” (como Garrincha chamava seus adversários) do video está apenas cumprindo o que se pede dele:
    “Brinque de roda, faça careta, finja-se de morto (ou morra mesmo!), pule, fale, e viva com esse salário de fome que você recebe, ou melhor, se afunde em dívidas, pegando dinheiro emprestado com os agiotas que eu voou mandar na tua escola, seu mané!!!”
    Prá mim, é isso que esse arauto do engomadinho do Batel e do pai político dele, o porco cevado, está dizendo no video dele.

    quanto ao Celso Vasconcelos, gosto dele, mas neste contexto serve aos mesmos amos… Que triste!

    Dá-lhe, APP!

  10. Rafaela disse:

    Eu acho que os professores ganham bem demais pela pouca produtividade que apresentam na sala de aula. Também sou educadora, então posso falar sobre isso com muita propriedade. Está certo o governador Beto Richa de motivar esses educadores que sempre ficam reclamando de tudo. Se as escolas apresentarem aumento de resultados, ótimo, eleva-se os ganhos. Produziu, ganhou. Não produziu, não ganhou. Chega dessas nossas escolas públicas serem tratadas como a casa da mãe Joana e um antro de lulopetistas. Caros colegas educadores, trabalhem mais e reclamem menos. O Paraná e o Brasil agradecem seu empenho!

    • Zé Venancio disse:

      Cara Nefertiti,
      Se entendi bem, a escola pública para você é um lixo indigno de ser despejado mesmo no aterro sanitário!!!
      Historicamente no Brasil (o país em que você vive!), as melhorias na carreira dos professores são conquistadas somente na base da luta, da reivindicação.
      Benesse dos latifundiários e posteriormente dos grandes empresários (leia Mauá, o Empresário do Brasil), a educação nacional passou por várias mudanças e serviu à vários propósitos, que nunca foram os reais propósitos do povo brasileiro…
      Assim sendo, nunca foi valorizada. Você sabe quanto custa o ato de ensinar? Pois é, nem eu…
      Por isso, os professores se sindicalizaram, são mais fortes assim.
      Por isso, suas reividicações são uníssonas, são mais audíveis assim.
      Por isso, são ainda contestados. Se levantam contra o que se põe como “cultura nacional”: Big Brother, erotização infantil, midia vendida, bestialização de todos nós, e educação de “qualidade” somente paga!!!
      Você só assiste à bons programas se hoje em dia pagar uma TV por assinatura, concorda?
      Asim querem que a educação pública continue sucateada e seja empurrada ainda mais para o fundo do poço.
      A questão não é o ganho dos professores e sim o que e para quem ensinam, se têm condições de realizar isto e aí se inclui tecnologia e salários.
      Os professores devem saber se vão receber o combinado com a mantenedora. Não podem se preocupar se o seu salário estará no banco ou não no final do mês!!!!!
      Por que a escola pública deve ser sempre a pior?
      Por que o professor de escola pública deve ser sempre o esfomeado, endividado e sem direito à cultura?
      Pense nisto Rafaela, e seja feliz!!!

    • Professora Indignada disse:

      Sobre o comentário dessa pessoa que se diz educadora chamada Rafaela, seu comentário é tão infundado, sem nexo e fora do contexto da realidade escolar que só me resta deixar um trecho de uma música que está na boca da gurizada …. tá loca é? Tá doida é? Ta chapada!!! Ta doidona… kkkk não da nem pra perder tempo com um ser como esse.

      • Rafaela disse:

        Voce fica “chatiada” porque eu falo a verdade e a verdade dói, né?

      • Allexia disse:

        Este é o padrão dos educadores do Estado, aqueles que estão reclamando das ações do governo, veja o palavreado, vejam as múscias utilizadas como exemplo. Meus pais são professores estaduais, ambos já tem mais de 20 anos como educadores, não vejo uma palavra ruim sair da boca deles em relação a este ou ao governo passado, eles se preocupam em trabalhar, fazer a parte deles, vivem muito bem com o que ganham, tem uma boa casa, carros novos, temos um pequeno sítio para finais de semanas, estudei em escolas públicas, sempre tive bons professores graças a Deus, fiz faculdade federal, me formei, tenho minha empresa e juro, jamais me passou pela cabeça ser professora, mas admiro muito aqueles que tem o dom de ensinar. Educar é uma arte e como tal deve ser tratada e cuidada. Falta muito para este governo fazer em relação a educação no Estado? É claro que sim, mas não é nem de perto ruim como algumas pessoas tentam mostrar. E pergunto aos que perderam seus cargos nos núcleos, qual a razão que levou vocês a serem professores senão a arte de ensinar e por que não estão fazendo isso e preferem perder seu tempo brigando na internet? isso vai mudar a vida de vocês?

        • asshi mohamed disse:

          Tem os que trabalhavam na SEED e ganhavam muito bem com as diárias fantasmas, para esses foi o fim tem aqueles que foram afastados por incompetência e estão sofrendo e aqueles que não concordaram trabalhar neste governo. Trabalhar em núcleo é estressante, não recebe nada e muitas vezes não tem horário de sair. Não pode reclamar de nada. Neste ponto de vista, melhor é a escola, pois a liberdade é dita. O que se debate, atualmente é o simples aumento de hora atividade para que o planejamento das aulas tanham qualidade, mas se o governo não quer , paciência. Vamos continuar fazendo o que dá…

        • DEMOCRACIA disse:

          Não tendi só vc pode expor seus ponto de vista, e se manifestar, vc não puxou nenhum um pouquinho seus papai, e tá perdendo uma bela oportunidade de ser igualzinha a eles.

        • Empresário disse:

          I eu fiz supletivo 1º e 2º grau, graduação à distancia e pós, e jamais me passou pelos miolos em ser professor, quero mesmo é ser empresário igualzinho vc.

    • silda disse:

      só isso hahaha

    • André Oliveira disse:

      Educadora de onde Rafaela ?? De escola pública é que não é. E se for não depende dela para viver, ou então é aquele tipo de profissional que me fez desistir da licenciatura quando disse que “dinheiro não é tudo”. Não é tudo para você que com certeza mora bem e não precisa de nada..

    • vilma darroto disse:

      que tipo de educadora é voce? qto vc ganha? tem familia? da aula, ou fica sentada engomadinha numa sala de ar condicinado? acho que vc fala de outro país;
      realmente não esta dentro da realidade que conheço.. bom vc deve ter ser motivos pra criticar um professor..então vou respeitar sua opinião, mas em nenhum momento corcordo com ela..
      por isso a clase mais filha da puta que existe é a do professor, enaquanto uns lutam pela nossa valorização, existem aqueles com merda na cabeça e que cagam
      pela boca …

    • vilma darroto disse:

      quantos repolhos vc comeu pra escrever tanta arrota fedido desse jeito..vai pro banheiro menina que seu mau é dor de barriga com lombriga…

    • Allexia disse:

      Rafaela disse tudo e mais um pouco, e perceba que os professores que aqui reclamam o fazem apenas por questões políticas, são aqueles que antes eram nomeados a cargos nos nucleos no governo Reaquião, perderam os cargos e agora choram por ai. O problema do Brasil não é a falta de empenho de muitos educadores, mas sim a falta de gente séria que queria ser professor. Boa parte está na área apenas pelo salário, trabalham pouco, falatam mais do que dão aulas, vivem de atestado médico e assim mesmo reclamam. O mal da educação é que a grande maioria virou filiado do PT e assim eles seguem o ritmo da partido, batem em quem não é do seu lado, não gostam de trabalhar (coisa da esquerda) e falam mais do que devem. Se a língua dessa gente tivesse uso em sala de aula, como tem em discursos partidários, os alunos agradeceriam muito e estariam muito mais informados.

      • ZÉ POVÃO disse:

        O PT incomoda muita GENTE, estamos a serviço do POVO.

        Este PT de vagabundos que de alguma maneira esta forçando os estados e municípios a cumprirem a lei federal 11.738/2008 este PT vagabundo que reconhece que prestou e esta prestando uma contribuição ao processo de valorização dos profissionais do magistério e de melhoria da qualidade de ensino e, como tal, não pode ser ignorada o descumprida pelos entes federados.

      • vilma darroto disse:

        sou professora alexia, nunca sai da sala de aula, ja fikei afastada sda sala de aula por muitas vezes, consequencia da humilhação com que o professor é tratado, pais que mandam seus filhos a escola para terem paz, ou garantir sua bolsa escola e bolsa familia, alunos descompromissado, mal educados, pessoas que como voce desvalorizam o trabalho do professor, . Não conheço nenhum professor que tenha ficado rico, a não ser os almofadinhas de fundo de gabinete com ar condicionado. Pelo jeito vcs estão fora da casinha, pois nossos alunos não são mais os mesmos de cinco, seis ou dez anos atras..antes respeitavamos o professor como se fosse nossos pais, tinha disso sabia??), hoje professor é espancado, assassinado, maltratado, mutos vivem de atestado por depressão ou stres com salas de aula lotadas, alunos especiais juntos com alunos tido como normais(…) e nós sem nenhuma preparação para esse tipo de aluno, em vez inclui-los acabamos por exclui-los mais ainda….a forma como vc alexa ou rafaela falam, inclui todos os professores, isso sim ofende aqueles que ja deram sua alma pelo ensinoe hj não encontra motivação nenhuma para isso.. e para isso se preparam, mas não esperavamos que os conceitos eticos e morais fossem tão desgastados pelos novos padrões de mal comportamento que vemos hj em dia, nas tvs, nas escolas, drogas, ladrões, assaltantes, todo tipo de aluno que nos é confiado.. muitas vezes o professor não pode nem mesmo pagar uma faculdade decente para seus filhos, não vive seus filhos para viverem para os filhos mal educados de outros..
        eu acho que quem ganha pouco são os deputados, senadores, governadores que vivem viajando com o dinheiro publico, corrompendo, roubando, talvez esses são bons exemplos para voce, quem sabe que com o nosso salarios eles vivam tão bem quando vc acho que o professor vive..demagogia , utopia e mal carater é o professor que ve o colega como um ser ignorante..arrogante é o professor que vive a criticar o outro sem ao menos conhecer a vida que esse o aquele professor leva…é como se o professor fosse um robo e nunca ticvesse problema algum, que deixasse de ser , ser humamno para ser mais um idiota manipulado pelo sistema…. realmente me envergonha de algumas pessoas de nossa classe trabalhador….princialmente tipo : o seu…

    • Glascimara disse:

      Rafaela, com todos estes concdeitos de mundo que você possui, ainda se considera educadora? Volta aos bancos escolares e procure aprender um pouco mais sobre a exploração no mundo do trabalho para depois se intitular educadora ok?

  11. valeria disse:

    Bem isso..Fiquei só observando: Já assisti esse filme. Meu grau de tolerância a esse tipo de conversa é zero. Cansei!!!

  12. Melissa disse:

    Menina Rafaela, APOSTO meu elevadíssimo salário, que como os políticos, não suei para ganhar, que você é mais das amiginhas da situação que NÃO trabalha com ALUNOS e sim se esconde nos NRE´S (com todo respeito tem muita gente que trabalha lá sim, mas tem muito enrustido amargurado como essa talzinha)
    Quer raciocínio de empresa? tá fazendo o que na educação? Você está perdendo tempo na iniciativa privada adoram gente como você, mas ah é… lá tem que trabalhar e você não gosta… tava falando com muito propriedade de si mesmo né gracinha?
    Vai falar burrice lá no inferno que você não é EDUCADORA de forma alguma!

  13. Profa Vivi disse:

    Se os trabalhadores seguissem o raciocínio da Rafaela, ainda estaríamos trabalhando 16 horas por dia nas fábricas. Só queremos que o governador cumpra a lei. Nem mais, nem menos: a lei. Motivação eu arranjo sozinha, não preciso de nenhum engomadinho, pago a peso de ouro, dizer para eu ser feliz!

    • Rafaela disse:

      Se está tão ruim, por que você não muda de profissão?

      • Zé Venancio disse:

        Por que aí, não estaremos mais aqui, prá te ajudar à pensar, Rafinha…

      • Prof disse:

        Para educar pessoas como vocÊ!

      • vilma darroto disse:

        é rafaela, não da para acreditar que exite gente tão cética como vc…mas posso falar pelos meus colegas, só não mudamos de profissão porque nos preparamos para isso e achamos que existia gente séria para valorizar o professor e que no nosso meio não existi a laranja podre como voce que deve estar ganhando por fora pra dizer tanta merda, e vive em uma sala trancada ..quem sabe é filha de algum deputado Ld……voce sim deveria mudar de profissão pois com o seu pensamento vc deveria ir para a fabrica da renault ou uma outra empresa que da oportunidades deles doarem seu sangue ..
        lembre-se muitos dos profissionais que tem por ai, são formados por professores, inclusive idiotas com vc , deve ter sido formada por professores as quais vcs qualifica como preguiçosos e reclamões…rkkkkkkkkkkkk.. e no final é fruta do sistema…

    • Allexia disse:

      Verdade, se para estas pessoas do PT a situação está tão ruim, por que não mudam de profissão? Estudem mais, trabalhem mais e por certo o salário vai melhorar.

  14. Professor 2 disse:

    Olha sem comentários! O imbecil do secretario que mau sabe o que eh educação! Um doido se achando especialista falando bobagens e aquilo que foi prometido nada! Pq nao falou das ferias e da hora atividade? Boca mole esse Arns! 2014 Ta logo ali é a hora da vingança

  15. Carlos disse:

    Quem tem função de educar são os pais ou responsáveis, professor tem que ensinar.
    Entendeu agora Rafaela ou quer que eu desenhe?

  16. Villa disse:

    Rafaela vc não é educadora ou pelo menos não deveria ser, professor ganha muito, nossos políticos ganham pouco, os comissionados, servidores de confiança perdidos em alguma secretaria – com certeza a grande maioria se não for trabalhar nem falta faz, esses também ganham pouco, já os professores que, em sua maioria enfrentam várias turmas todos os dias e quando faltam transformam o cotidiano de uma escola num caos (fazem a diferença em todos os sentidos), trabalham com crianças, adolescentes, jovens e adultos, tendo a responsabilidade transmitir os conhecimentos acumulados pela sociedade e educar (como grande parte das famílias estão desestruturadas, às instituições escolares sobrou o papel de educar), todos os problemas existentes na sociedade desembocam na escola (drogas, criminalidade, violência, falta de educação,etc.), é vc têm razão os professores ganham muito, deveriam estar definitivamente entre os pobres não merecem a classe média.
    Hoje poucas pessoas desejam ingressar nessa área, pois além de não ser uma atividade tranquila, bem remunerada não é valorizada, afinal como vc muito bem comentou os professores ganham muito merecem um salário menor!!!!!!

  17. luiz alberto disse:

    Na semana pedagógica do meio do ano quero o INRI CRISTO!!!HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!

  18. marcelo disse:

    Rafaela,
    os profissionais liberais não depreciam, menosprezam, desvalorizam os seus pares. Nunca encontrei em nenhuma rede social um comentário negativo de um médico, um advogado, um engenheiro, etc., depreciando seus pares ou sua profissão, pois existe ética profissional. Vc não é professora, não têm ética e, seu comentário fede, chega a dar nojo, graças a pessoas como vc o magistério não é valorizado e seus profissionais são injustiçados, mal remunerados e desvalorizados, de maneira que, nunca mais envergonhe o magistério, dizendo que é professora!!!!!!

    • Rafaela disse:

      A educação precisa de gente mais comprometida que você, Marcelo e tantos outros que me criticam porque gostam de moleza.

    • Allexia disse:

      Professor precisa estar em sala de aula e não aqui no blog fazendo política para o PT. Ganham seus salários para ficar aqui debatendo ou para ensinar?

      • vilma darroto disse:

        ninguem aqui esta defendo partido algum alexia, mas sim defendendo a classe do professor, vc ta fora da casinha , se situa no assunto menina…cresce para depois aparecer…e pare de escrever tanto bobagem, não seja uma maria-vai-com-as-outras..

      • Cafuringa disse:

        Sra Allexia ou Disllexia!!!
        Pede pra cagar e sai!
        Tá me enchendo o saco!
        Vai caçar sua turma!
        Vai mamar no saco do betinho!!!!

  19. Professora Indignada disse:

    Será que os senhores do poder, acham que esse discurso neoliberal nos convence?

  20. Prof. Rógério disse:

    O meu estômago ficou embrulhado duas vezes… quando eu vi e depois revi esse vídeo íncrível! Esses “especialistas em educação” jogam com a realidade brasileira! Quando comparam a educação num país desenvolvido com o nosso, é fácil dizer que não são necessários grandes investimentos em estrutura, condições de trabalho e no professor, é lógico, pois lá JÁ FORAM FEITOS HISTORICAMENTE GRANDES INVESTIMENTOS EM TUDO ISSO!!!!!!!! Portanto não há como se comparar duas realidades completamentes diferentes!!! Mas, a grande sacada é essa comparar, confundir, iludir, para nos manter sob pressão; aquela última – professor você tem mudar, ser inovador, blá, blá, blá! Colegas temos q. nos unir contra toda essa falácia!!!! Abraços cordiais aos nobres colegas!

  21. Professora Estado disse:

    Com certeza a pior semana pedagógica dos últimos anos, a pior da gestão incomparavelmente e o pior, ninguém comenta, mas cada a PALHAÇA da nova superintendente! Tá mudando tudo, tirando todos e não entende de nada. Ninguém fala dela, mas sempre pode piorar e prestem atenção vai piorar, com Eliane Rocha no comando………………

  22. fabio disse:

    Rafaela vc é de que planeta tem certeza que é do mesmo sistema solar ??

  23. Marques disse:

    Rafaela,
    baba ovo do governador, ou vc esta´recebendo para postar essas cretinices ou é uma completa idiota!!!!! Agora, professora vc não é!!!!!!

  24. gabrielle disse:

    Perder tempo respondendo ou comentado bobagens é dar pérolas para porcos, ou melhor, porca!!!!!!!!

  25. gabrielle disse:

    Perdão – comentando

  26. Villa disse:

    Isso chama-se crise de identidade, o campo mourão virou rafaela!

  27. Professora Estado disse:

    Esmael, acorda, presta atenção na Eliane Rocha. Incompetência em pessoa!

  28. Maria Aparecida Santos disse:

    Eliane, diagnóstico no meio da gestão é para enganar professores. Onde estão os avanços?…e cosas deste tipo.

  29. Maria Aparecida Santos disse:

    Será que a superintendente tem experiência em gestão???? Um bom Gestor tem que estar aberto ao diálogo, conforme prometido pelo Secretário de Educação do Paraná. Vamos ouvir as pessoas, responder aos questionamentos….

  30. Luiz disse:

    … e tudo na Educação deve ser resolvido no “chão” da escola, isto é, o professor de sala de aula é que deve resolver tudo. Aqueles que estão ocupados com teorias maravilhosas não precisam resolver nada, só motivar: vamos lá, professor. Você consegue. O futuro está em suas mãos… Que Deus nós livres de tantos discursos vomitados em nossas caras!!!

  31. Maria Aparecida Santos disse:

    Professores, tudo bem que temos o costado largo, mas tentar convencer a carregar o dever do Estado e da família nas costas através de “auto ajuda” na Semana Pedagógica é demais….

  32. Zé Venancio disse:

    Lá vamos nós de novo…

    Vem cá, Esmael, essa Saliba não estava internada na casa da mãe dela em Brasília, à base de remédios tarja preta, por conta de desequilíbrio mental sofrido após sua participação no desgoverno Lerner????
    Daqui à pouco, ela está por aí novamente…

    Só faltava essa!!!

  33. TÓMA. disse:

    Dentre todas as categorias de servidores publico esta é a mais narizinho empinado e prepotente em relação aos seus iguais servidores público. Olham só pra seus umbiguinhos…e sempre votaram em massa nos que hoje os oprimem.

    • Zé Venancio disse:

      Caro tómada – de – três – buracos:

      Se és funcionário público também, sabe que estes seus colegas de nariz empinado como disse foram equiparados aos seus vencimentos somente no ano de 2011.

      Antes, ganhávamos o salário que era pago somente aos de nariz empinado. Os demais funcionários ganhavam o salário e pessoas que possuem nível superior. Nós ganhávamos salário de fome mais abono de R$100,00 (do “mui generoso” Lerner!).

      Assim, caro “fio -terra”, penso que deve nos ter mesmo como colegas seus com a mesma dignidade que exerce sua função no estado.

      Tudo de bom.

  34. patrobranqueseirritado disse:

    PARA A EDUCADORA RAFAELA:
    Fico muito feliz, mas feliz mesmo, lendo uma mensagem tão positiva quanto a sua.
    Mas uma coisa me assusta: a escola tem que mostrar produtividade.
    Que absurdo.
    Por acaso você sabe o que é produtividade?
    Já leu Taylor e Fayol?
    Conhece a equação da produtividade?
    PRODUTIVIDADE = outputs/inputs

    Resumindo: maior e a produtividade quantos mais alunos forem aprovados com menor investimento.
    É isso que a Saliba fez. Obrigou a aprovação em massa de alunos (lembrem a famigerada onda do avanço imediato de alunos) e com isso demonstrou excelente produtividade.
    Como medir a produtividade do conhecimento?
    Por acaso a senhora pedagoga tem a anamnese de cada um de seus alunos para medir constantemente o grau de conhecimento por eles absorvido?
    Para de falar asneiras.
    Podemos melhorar a condição de educação aos nossos alunos com educadores melhores preparados e melhores motivados.
    Algum idiota falou que aumento de salário não é motivacional.
    Pode ter um pouco de razão se o trabalhador estiver no quarto andar da pirâmide de Maslow, quando o seu ganho já satisfez necessidades básicas e sociais, tendo apenas que satisfazer suas necessidades egoístas.
    Agora para um miserável educador, que trabalha como um condenado à gales, e ganha trabalhando 40 horas no estabelecimento (mais as infindáveis horas que trabalha em casa) um salário de U$ 800.00 por mes e que com este salário tem que manter uma família, nem no final de sua carreira com todos os avanços ele terá um salário que satisfaça o primeiro degrau da pirâmide. Isto é, o miserável trabalha 35 anos e não consegue na sua pobre vida satisfazer nem as suas necessidades fisiológicas.
    Aí vem o Casagrande falar em lazer.
    Para teu conhecimento querida Rafaela, eu sou professor da rede pública há 38 anos e ainda trabalho em rede privada. Fazem 30 anos que trabalho 60 horas por semana dentro de escolas, mais aquilo que trabalho em minha casa.
    Me considero um professor de fato.
    Em toda esta minha vida profissional não perdi um dia de serviço.
    Não deixei uma turma sem a minha presença.
    Acho que estou cumprindo com o meu dever de educador.
    MAS ABDIQUEI DE MUITAS COISAS QUE ME SERIAM BOAS.
    Não tenho casa própria, meu automóvel é um Santana 1985, não tenho dinheiro na poupança, ainda não me aposentei porque não posso deixar de ganhar as vantagens que tenho na ativa.
    Já me conformei em esperar a aposentadoria compulsória (70 anos) e morrer logo em seguida.
    O QUE PODERIA TER ME DEIXADO MAIS FELIZ NESTA MINHA CAMINHADA NO MAGISTÉRIO: apenas um salário mais digno, para eu poder então fazer tudo aquilo que o Casagrande fala de motivação.

  35. Olho Vivo disse:

    Muitos professores se acham bons demais para participar de uma semana pedagógica, afinal eles sabem tudo, são expert em tudo e não necessitam de ajuda de ninguém.

    Essa PTzada é mesmo uma piada de muito mau gosto, parem de reclamar, chorar e se debater, comecem a trabalhar bando de desocupados, ou será que pensam que o povo tem a obrigação de ficar pagando salário de vagabundo?

    Querem fazer política entrem para o ramo, comecem como candidatos a vereadores, entrem para a direção de algum sindicato e comecem a discursar falando mal de tudo e de todos, pois é assim que a PTzada age.

    Trabalhem mais e reclamem menos, assim quem sabe um dia poderão até ser alguém importante, pois pelo visto a maioria aqui não é importante nem pra própria família, quanto mais para seus alunos na sala de aula.

  36. Profa Vivi disse:

    Se os professores não entendem nada de educação, imagina então estes manés, contratados por um valor altíssimo, que nunca entraram em uma escola? Faz-me rir.

  37. Olho Vivo disse:

    Se eu fosse o Beto Richa faria a mesma coisa que o Alvaro Dias fez na ocasião com aquela turma de baderneiros, manda a PM meter o cacete na primeira greve que fizerem.

    Pau naqueles sindicalistas que só querem badernar, pau na PTzada arruaceira!

    • Professor de Escola Pública disse:

      O senhor, vulgo “Olho Vivo”, cada vez mais expõem a sua verdadeira face, ou melhor, sua efígie Fascista. Comentários infelizes como este, que expressão e alimentam o ódio contra uma categoria ou pessoa, podem e devem ser investigados pela Polícia Federal. A internet é um meio revolucionário e democrático de troca de idéias, mas devemos cuidar muito com a forma em que expressamos nossas opiniões, buscando sempre o bom senso, sejamos nós contra ou a favor de uma causa.

  38. vilma darroto disse:

    pos é olho vivo… é justamente aqueles que apanham na frente luta que garante o aumento de salario que vc recebe todo ano.. que pena ter que ler coisas do tipo escrito por voce.. é de dar nojo…

    bom mesmo é o ladrão que assalta tua casa, rouba tua famila , estupra tua filha, e vai pra cadeia e recebe e ainda garante 982 reais por mes alem de não pagar conta , agua , luz, aluguel , come as nossas custas atraves dos descontos e impostos que ainda tiram de nosso pagamento, ganham cesta basica, bola familia, bolsa gaz, bolsa escola… e nós professores é que somos vagabundos????……

    tenho vergonha de imagninar que vc pertença a classe de profisisonais como a do professor..

  39. Cafuringa disse:

    Olho vivo, seu brasiguaio fedorento!
    Se arranque para o paraguai que é seu lugar.
    não gosta de luta vai plantar banana!

  40. Professor por opção disse:

    Olha, há muitos professores hoje em dia que só reclamam e não fazem a sua parte, mas estes são vítimas de governos maléficos anos após anos. Acredito que o estado deveria ter um meio eficaz de medir a eficiência dos profissionais de magistérios e premiá-los através de metas compridas, assim como há no setor privado. Todavia, como isso seria feito?
    Então, vejo que a maioria dos professores reclamam dos seus baixos vencimentos (e realmente são), mas poucos falam acerca das péssimas condições de trabalhos, escolas sucateadas, alunos marginais, segurança e plano de saúde.
    Adoraria ter meus vencimentos aumentados, mas será que isso resolveriam os nossos problemas? Não acredito!
    Li todos os posts do site e concordo com quase todos ao que foi apresentado, entretanto sabemos que há muitos por aí que colocam a culpa no governo.
    E respondendo à Rafela, não quero mudar de profissão pois amo o que faço; desejo me especializar, ser um profissional melhor a cada dia. Será que essa formação descontinuada que a SEED oferece me fornece subsídios suficientes para que eu venha a ser um professor melhor? Não! Pois pra eles isso não interessa! Como diz Shakespeare: “Somos apenas um pedaço de carne”.
    Eles não se importam com a formação que recebemos.

  41. […] Volto à questão da Semana Pedagógica ou “Semana Pedagógica”, segundo alguns docentes. A avaliação dos educadores em relação à atividade promovida pela Secretaria de Estado da Educação (SEED) é a pior dos últimos anos. Ressuscitaram até um guru neoliberal da era Jaime Lerner, do tempo da secretária Alcione Saliba, que foi contratado para “convencer” os educadores de que a responsabilidade pelo bom funcionamento das 2,1 mil escolas da rede pública estadual é deles e menos do poder público (relembre clicando aqui). […]

  42. Ana Luzia disse:

    Não estão contentes com o cargo de professor, peçam a conta e
    Vão procurar outro trabalho. O mercado está cheio de vagas para
    profissionais competentes como vocês. Façam melhor: abram as suas próprias escolas. Mas lembrem-se de pagar salário digno, atender a todas as reivindicações e respeitar os seus funcionários. Tem Sine em todo lugar. É só levar o currículo.

Deixe um comentário

Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
2