Em nota, Vargas diz que Vanhoni é a melhor opção para o PT em Curitiba

Deputado André Vargas (PT).

O deputado federal André Vargas, secretário Nacional de Comunicação do PT, negou hoje em nota oficial que tenha defendido que o partido indique o colega Angelo Vanhoni na vice do ex-deputado Gustavo Fruet (sem legenda).

“Vanhoni é meu candidato e a melhor opção do PT para disputar as eleições do ano que vem”, diz um trecho da nota de Vargas, ressaltando que o PT terá candidato própria na corrida pela prefeitura de Curitiba.

A seguir, a íntegra da nota oficial de André Vargas:

Em relação à s matérias publicadas nos jornais de Curitiba nesta sexta-feira, 12/08, cujos títulos não retratam o teor das entrevistas concedidas por mim e pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, reforço que em nenhum momento afirmei que o meu colega, deputado à‚ngelo Vanhoni, seria vice de Gustavo Fruet e nem que faríamos coligação com ele.

Nossas afirmações foram as seguintes: primeiro: Fruet precisa se filiar a uma partido aliado ao governo do PT; segundo: as coligações só devem ser discutidas e referendadas no ano que vem; terceiro: quando falamos de coligações, o fizemos como hipóteses a serem consideradas mas, reafirmamos que temos candidaturas com viabilidade já demonstradas nas urnas e, por último: conforme declarado ao O Estado do Paraná e ao Jornal do Estado, Vanhoni é meu candidato e a melhor opção do PT para disputar as eleições do ano que vem.

O PT é um partido que prima pelo respeito à s decisões internas. Os decisões sobre as candidaturas só serão, de fato, tomadas no próximo ano nos fóruns de discussão do Partido, quando poderemos optar por um candidatura própria, por várias candidaturas dos partidos da base, como PMDB, PSC e PDT ou uma coligação que envolva outros partidos aliados.

André Vargas
Deputado Federal e secretário nacional de Comunicação do PT

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Segue comentário que postei anteriormente sobre este tema.
    Não é todo o PT do Paraná, mais sim uma parte do PT que abandonou os princípios e perdeu a vergonha, mas infelizmente é parte mais visível do PT.
    Este grupo quer negociar com Gustavo Fruet não se importando que ele passou oito anos criticando tudo e todos do PT, continua rezando pela cartilha do PSDB e tem como principal objetivo se eleger prefeito de Curitiba sem se importar com quem e nem como.
    A meu ver este grupo petista tem uma estratégia bem definida: impedir que o partido lance candidato a prefeitura, não conseguindo impedir, tentarão emplacar o candidato que representa este grupo (Vanhoni), apenas uma candidatura de fachada almejando apenas uma posterior negociação de alianças e por fim; se perderem a disputa interna e o representante do PT, for o candidato que colocou seu nome para realmente disputar a prefeitura e governar com os princípios petistas este grupo não dará qualquer apoio a sua eleição para conseguir uma derrota do PT e então negociar seus próprios interesses numa aliança. Vendo os desmentidos até parece que este grupo tem interesse em lançar um candidato pra valer.

  2. ESMAEL.
    ACHO QUE TODOS PARTIDOS DA OPOSIÇAO TENQUE LANÇAR CANDIDATO PROPRIO ESSA HISTORIA DE TODOS PARTIDOS SE JUNTAREM NÃO´DA CERTO.
    ELEIÇÃO POLARIZADA QUEM LEVA VANTAGEM É QUEM TEM A MAQUINA NA MÃO.E OLHEM QUE A TURMA DO BETO SABE USAR A MAQUINA.

  3. Puta cara de mafioso desse André, hein? Vai ser Jimmy Hoffa assim lá em Londrina…