Câmara de Curitiba vai instalar CPI para investigar Derosso

Um acordo de lideranças firmado há pouco entre todos os partidos vai permitir a instalação da CPI na Câmara Municipal de Curitiba.

Com isso, a gestão do presidente João Cláudio Derosso (PSDB) deverá sofrer uma devassa nos próximos dias.

A tática de todos subscreverem a CPI, provavelmente, tenha a ver com uma nova disputa no horizonte: o controle da comissão.

Os partidos de oposição, na prática, já haviam conquistado o número de signatários necessários para a investigação do tucano.

A vereadora Noêmia Rocha (PMDB) comemorou o entendimento. Para ela, “quem não deve não precisa temer nada”.

Comentários encerrados.