Agência Privatizadora: Oposição faz Beto Richa recuar na Assembleia

Enio Verri diz que os paranaenses não concordam com a privatização das estatais.

O governador Beto Richa (PSDB) sofreu a primeira grande derrota política na Assembleia Legislativa do Paraná ao determinar, ontem à  noite, a retirada da mensagem que cria a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar)– a agência privatizadora.

Richa perdeu a batalha na opinião pública para a pequena bancada de oposição formada por 14 parlamentares, segundo o líder Enio Verri.

“Foi uma vitória dos paranaenses que não concordam com a privatização de suas empresas públicas construídas ao longo de décadas”, disse o deputado oposicionista.

Com a retirada da mensagem da pauta o tucano quis evitar a pecha de privatista, mas a fama é grande.

Os movimentos sociais também tiveram papel no recuo do governador. Na semana passada, por exemplo, o Sindicato dos Engenheiros (Senge) rearticulou o Fórum Popular Contra a Venda da Copel depois de 10 anos. O movimento foi fundamental em 2001 para impedir que o então governador Jaime Lerner privatizasse a estatal de energia.

Nesta manhã, em Curitiba, o Sindicato dos Trabalhadores na Captação e Distribuição de àgua e Esgoto (Saemac) realiza reunião daqui a pouco para discutir a privatização dos serviços nos municípios e o recuo do governo tucano na criação da agência.

Embora o governo tenha recuado ontem à  noite, é muito provável que a qualquer momento ele reenvie a mensagem à  Assembleia. O próprio líder de Beto no parlamento, deputado Ademar Traiano, admite essa possibilidade “depois de correções no texto”.

O deputado Elton Welter (PT) um dos mais ásperos críticos da criação da agência privatizadora disse que, mesmo com o recuo momentâneo do governo do PSDB, é preciso que a sociedade fique mobilizada. Para ele, a qualquer momento a iniciativa poderá ser retomada com nova roupagem.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Vai lá em Andirá-Pr conferir o que a privatização fez com sistema de aguá e egosto, tá tudo SUCATIADO, no minimo uns 10 milhões em envestimento para recuperar.

  2. O piá de prédio, criado pela avó vai vender o estado…

  3. Quem tá de olho na galinha dos ovos de ouro é o Traiano e Cia Ltda…

  4. É espantoso como os PTistas ‘paladinos do trabalhador’ está interessado na defesa das ESTATAIS do PR. Será por que estão de olho na galinha de ouro dos paranaenses????

  5. Devo, não nego

    O ex-prefeito de Maringá Ricardo Barros, que pretendia presidir a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), quer pagar em suaves prestações a dívida de R$ 300 milhões com a estatal de energia Copel. Fonte: Cláudio Humberto.

  6. Vitoria do Requiao