Vereador Pedro Paulo diz que não conta com saída de Fruet do PSDB

Vereador Pedro Paulo (PT).

O vereador de Curitiba Pedro Paulo reclamou nesta terça-feira (5) que não está sendo consultado sobre a movimentação do partido dele, o PT, acerca da saída do ex-deputado federal Gustavo Fruet do PSDB.

Setores do PT trabalham para atrair Fruet para o campo político da presidenta Dilma Rousseff com o objetivo de disputar a prefeitura da capital.

“Saída de Fruet do PSDB é aguardada por lideranças petistas, diz imprensa hoje. Não me incluam nessa lista e também se existe algum diálogo sobre isso com o ex-deputado, não tenho sido consultado, o que considero, no mínimo, desrespeitoso.”

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Ô COITADO!!!!
    Será q o PP pensa q é gente … ops, pensa q é LÍDER? Tá certo, com a enchurrada de votos que ele dispõe, com o poder de articulação, com a posição que ocupada no PT, não consultar o Pedro Paulo é um desrespeito mesmo! Faz me rir

    Mas fique tranquilo PP, que o Gustavo não vai cometer a insanidade de ingressar no PT. E vc deveria ficar louco de feliz se isto ocorresse, pois garantiria sua aleição pra vereador, pela legenda que o Gustavo traria para o partico.

  2. PP não está com essa bola toda!
    Fala sério!

  3. é assim mesmo, Vereador, todos sabem que não é e nunca foi da oposição de fato e sim de direito!
    sua atuação como vereador é fraquissima, sem contar que abriu mão de ser lider da oposição passando a missão ao Stiquinha! com Gustavo ou sem Gustavo o controle do PT de Curitiba, não passa nas mãos de vcs, nem sua e nem do cidadão que esta Deputado mas pensa como vereador!
    Esta na hora de mudanças chega de se elegerem as custas das lideranças sindicais, o dinheiro dos sindicatos tem que ser para luta dos trabalhadores!!!!

  4. Desrespeito com o Vereador e demais membros da Executiva. Ou tem alguém na Executiva com procuração para falar por todos num assunto desta importância ? Ou pior, há alguém na Executiva achando-se dono do Partido ?