Blairo Maggi confirma ida de diretor do Dnit ao Senado

da Agência Brasil

O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, deve ir ao Senado na próxima terça-feira (12) para explicar as denúncias de um suposto esquema de corrupção no órgão. A Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou hoje (7) o convite. A informação sobre a ida de Pagot ao Senado foi feita por Blairo Maggi (PR-MT) !“ um dos autores do requerimento e apontado como o responsável pela indicação de Pagot para o cargo, ainda no governo Luiz Inácio Lula da Silva.

A presidenta Dilma Rousseff já determinou o afastamento de Pagot do cargo, o que deve ocorrer assim que ele retornar das férias.

A reportagem publicada pela revista Veja na edição desta semana mostra uma série de contratos, inclusive de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que teriam sido superfaturados. Também foi publicado um suposto esquema de pagamento de propina no Dnit.

O requerimento foi subscrito pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). As denúncias de obras superfaturadas e pagamento de propinas motivou ontem (6) o pedido de demissão do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Outro convite ao ex-secretário do Dnit para comparecer ao Senado foi aprovado na terça-feira (5) pela Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle. Por estar afastado do cargo e não ter vínculo direto com a Presidência da República, Pagot não pode ser convocado pelos senadores.

Comentários encerrados.