Blog do Esmael Gustavo Fruet aprofunda divisão interna no PMDB do Paraná | Blog do Esmael Gustavo Fruet aprofunda divisão interna no PMDB do Paraná | Blog do Esmael

Gustavo Fruet aprofunda divisão interna no PMDB do Paraná

por Elisabete Castro, via O Estado do Paraná

Waldyr Pugliesi (PMDB).

O convite para o ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB) retornar ao PMDB já dividiu o partido. As resistências não se localizam apenas no senador Roberto Requião e mais próximos. O presidente estadual do PMDB, Waldyr Pugliesi, também não demonstrou entusiasmo com a campanha capitaneada pelo ex-governador Orlando Pessuti e alguns deputados estaduais para a volta do tucano ao PMDB.

O Fruet já foi suficientemente convidado. Se está vacilando é porque não quer vir!, disse o presidente estadual do PMDB. Para Pugliesi, a solução para o partido voltar a ser competitivo numa eleição municipal em Curitiba pode ser doméstica.

Se o Requião quiser ser candidato a prefeito é o único que teria condições de ganhar a eleição!, afirmou Pugliesi.

Na próxima quarta-feira, 6, Pessuti volta a reunir seu grupo para tentar ganhar espaço nas decisões do diretório municipal, que está sob o comando do militante Doático Santos. O partido deve realizar convenção no dia 17 de julho, quando o grupo de Requião articula o lançamento da candidatura do senador para ser o presidente do partido na capital.

A reativação dos diretórios zonais no PMDB de Curitiba não pode servir apenas à  atração de novos nomes para o partido, observou Pugliesi.

Quando a executiva estadual autorizou a volta das zonais foi para capilarizar o partido. Não para trazer todos e quem quer que seja para o partido!, afirmou.

Na semana passada, em reunião do diretório municipal, Pessuti liderou uma manifestação para que Gustavo retorne ao partido, de onde saiu após se desentender com Requião, que boicotava suas tentativas de concorrer à  prefeitura. Agora, que a situação começa a se repetir no PSDB, Gustavo foi convidado a retornar ao PMDB. Assim como também recebeu propostas do PDT, PSC, PPS e PV.

Comentários encerrados.